sexta-feira, 25 de março de 2011

O Sim de Maria

Nós já sabemos que Deus preparou o povo hebreu para a vinda do Salvador. Vários profetas anunciavam a vinda do Messias. Um deles, o profeta Isaías, disse: "Eis que uma Virgem dará à luz um menino e lhe dará o nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco" (Is 7, 14)
Então, como se pode ver, desde o Antigo Testamento Deus quis que seu Filho nascesse de uma mulher. Porém, esta mulher deveria ser muito especial. Para isso, Deus preparou de modo único a mãe do Salvador, Maria Santíssima.
Maria foi concebida sem pecado original, isto é, desde que foi concebida por seus pais, Ana e Joaquim, Maria foi pura e sem mancha, como no início da criação, antes do pecado original.
Nossa Senhora foi criada dentro dos costumes do povo judeu e, desde menina manifestou um amor muito grande a Deus. Morava na cidade de Nazaré e quando cresceu foi prometida em casamento a José, judeu piedoso e temente a Deus. O noivado dos judeus era compromisso seríssimo, com juramento de fidelidade igual ao casamento. Mas a noiva só era recebida pelo noivo um ano depois, quando, então passavam a morar na mesma casa.
No entanto, nem Nossa Senhora e nem seus pais sabiam que Deus tinha um plano especial para ela.

Por isso, quando chegou o tempo determinado, Deus enviou o Anjo Gabriel para dizer-lhe que ela seria a Mãe do Salvador. Com a surpresa de Maria, o anjo lhe explicou: "O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso, o ente santo que nascer de ti, será chamado Filho de Deus." Maria, cheia de fé e confiando na promessa de Deus respondeu: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1, 26-36)
E, numa submissão humilde, Maria obedeceu a Deus, concebendo Jesus, nosso Salvador.
Jesus é, portanto, verdadeiro Deus pois foi concebido pelo Espírito Santo e verdadeiro homem, pois é filho de uma mulher, Maria.

E o que aconteceu a José? Quando percebeu que Maria estava grávida, resolveu se afastar, para não ter que entregá-la como adúltera às autoridades judaicas, mas um anjo o avisou em sonho que recebesse Maria como esposa, pois ela havia concebido o Salvador do mundo. (Mt 1, 18-25)
José, então, a recebe em sua casa e ambos vivem uma vida casta, totalmente consagrada a Deus e assim permaneceram durante toda a vida.
São José é pai adotivo de Jesus. Foi seu protetor e também protetor da Sagrada Família.
Santa Maria é a mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Rainha do céu e da terra. É a mãe de Jesus e nossa mãe.

Por causa do seu SIM a Deus, que nos trouxe a verdadeira vida, Maria é a mais feliz de todas as mulheres. Maria é verdadeiramente a mãe de Deus, pois seu único filho, Jesus, é o Filho de Deus.






Fonte:http://catequistasheila.blogspot.com 

Um comentário:

  1. Oi Márcia! Obrigada pelo seu comentário...Estou aqui para partilhar experiências com vc, para que nossa catequese esteja cada vez + rica! O blog é voltado para as crianãs da etapa de Eucaristia mas pode auxiliar em outras etapas tb!
    Tb amei o seu blog e estou seguindo tb!!
    Super beijo!
    Layse

    ResponderExcluir

A Você, Paz e Bem!
Que o amor de Maria e a Paz de Cristo esteja presente em teu coração!
Seu comentário é muito importante para nós.

Com carinho,
Catequistas da Comunidade de Santo Antônio e Nossa Senhora de Fátima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Já leu a Bíblia Hoje?

Bíblia Online



Gadget feito do site Bíblia Online