domingo, 24 de abril de 2011

Encontrão de Pais e Filhos na Catequese

No último dia 16, fizemos um encontrão de pais e filhos na catequese, onde tivemos a participação dos pais, avós e dos catequizandos com o tema:
 "Quaresma - Semana Santa"

Quaresma:
É um tempo de 40 dias, quando Jesus ficou no deserto e foi tentado pelo mal. É um tempo de conversão e penitência.

Conversão: é tempo de crescimento na fé cristã, mudança de atitude.
Penitência: arrependimento dos pecados.

Semana Santa:
 Domingo de Ramos:
No Domingo de Ramos celebra-se a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, onde Ele completará sua missão, que culminará com a morte na Cruz.
Jesus entra em Jerusalém montado em um jumentinho, representando toda a sua humildade e simplicidade. Quando Jesus chegou a Jerusalém uma multidão já o esperava, pois os seus ensinamentos, suas mensagens e milagres encantavam e traziam esperança aos necessitados. Essas pessoas o acolheram com Ramos e com a certeza de que Ele era o Messias anunciado pelos profetas, cantando "Hosana ao Filho de Davi. Bendito o que vem em nome do Senhor!"

·         Quinta-feira Santa – Lava Pés e Santa Ceia:
Lava Pés: No tempo de Cristo era natural que as pessoas lavassem os pés quando chegassem em uma casa, e Jesus num ato de humildade lavou os pés dos discípulos.
Santa Ceia: Jesus, antes de sua morte na Cruz, pede para os seus apóstolos prepararem um local onde pudessem celebrar juntos a Páscoa. Jesus celebra em uma refeição a Nova Páscoa, Ele se torna alimento para ficar sempre conosco e nos dar força e coragem para andarmos sempre unidos, em comunhão.
- O agir transformador da Ceia de Jesus é que devemos sempre amar as pessoas e repartir tudo o que temos e que sabemos para vivermos vida de comunhão, deixando o egoísmo de lado.

·         Sexta-feira da Paixão:
É o dia da paixão e morte de Jesus. Não é celebrada missa nas igrejas, mas uma liturgia especial: à Celebração da Paixão do Senhor. Também é costume realizar a via-sacra e a procissão do Senhor morto. É um dia especial de jejum, penitência, oração, abstinência de carne e profundo silêncio.

·         Sábado Santo:
Durante o dia, a Igreja permanece no silêncio e na espera, meditando junto ao sepulcro do Senhor. Ao chegar à noite, os cristãos reúnem-se para celebrar a vigília pascal, que significa a Noite da Luz, em que a Igreja canta a vitória de Cristo sobre as trevas e o pecado e anuncia a aurora da Ressurreição.
Durante a celebração da luz, é aceso o Círio Pascal, a grande vela que é sinal da luz de Cristo Ressuscitado.

·         Domingo de Páscoa:
É a festa solene da Ressurreição do Senhor, que acontece no amanhecer do primeiro dia da semana.

·         Símbolos Pascais:
OVO: De todos os símbolos, o ovo de páscoa é o mais esperado pelas crianças. Os ovos na Páscoa simbolizam a ressurreição, o nascimento para uma nova vida.

COELHO: Símbolo da rápida e múltipla fecundidade da própria instituição, que está espalhada por toda a parte, reproduzindo fiéis: há um número incalculável de filhos de Deus, frutos da graça da Ressurreição.

CÍRIO: É uma grande vela que se acende na igreja, no sábado de aleluia. Significa que "Cristo é a luz dos povos". Nesta vela, estão gravadas as letras do alfabeto grego “alfa" e "ômega", que quer dizer: Deus é princípio e fim. Os algarismos do ano também são gravados no Círio Pascal. O Círio Pascal simboliza o Cristo que ressurgiu das trevas para iluminar o nosso caminho.

GIRASSOL: O girassol é uma flor de cor amarela, formada por muitas pétalas, de tamanho geralmente grande. Tem esse nome porque está sempre voltado para o sol. O girassol, como símbolo da páscoa, representa a busca da luz que é Cristo Jesus e, assim como ele segue o astro-rei, os cristãos buscam em Cristo o caminho, a verdade e a vida.

PÃO E VINHO: instituição da Eucaristia foi feita por Jesus na Última Ceia, quando ofereceu o pão e o vinho aos seus discípulos dizendo: "Tomai e comei, este é o meu corpo... Este é o meu sangue...".

·         UVA: Da uva se faz o vinho - Vinho que Jesus transformou em seu sangue, na Santa Ceia, como alimento se tornou.

·         TRIGO: Do trigo se faz o pão – O pão que Jesus transformou em seu corpo, alimentando as nossas almas e fortalecendo-as de paz, amor e esperança.

PEIXE: O peixe é o mais antigo dos símbolos de Cristo. Se Cristo é o Grande Peixe, somos os peixinhos de Cristo. Isso quer dizer que devemos sempre viver mergulhados na Graça de Cristo e na Vida Divina, trazidas a nós pela água do Batismo, momento em que nascemos espiritualmente, como os peixinhos nascem dentro d’água.

CRUZ: A cruz representa o sofrimento e a Ressurreição, pois Jesus foi crucificado, mas voltou à vida.

CORDEIRO: O cordeiro é o símbolo mais antigo da Páscoa. No Novo Testamento, simboliza Cristo que é o Cordeiro de Deus sacrificado em prol da salvação de toda a humanidade, seu rebanho.

COLOMBA PASCAL:  Colomba ou Pomba Pascal - representa a vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos quando Cristo ressuscita. Além do que a pomba é também um símbolo da almejada paz.

SINOS
: Anuncia a alegria, a esperança de uma nova vida.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Você, Paz e Bem!
Que o amor de Maria e a Paz de Cristo esteja presente em teu coração!
Seu comentário é muito importante para nós.

Com carinho,
Catequistas da Comunidade de Santo Antônio e Nossa Senhora de Fátima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Já leu a Bíblia Hoje?

Bíblia Online



Gadget feito do site Bíblia Online